Os Mitos Sobre a Hipnose

Por Thays Araujo
 

A Hipnoterapia (hipnose) é o nome dado à terapia focada na solução do problema e é baseada na utilização dos recursos que o próprio paciente tem. Neste tipo de terapia a hipnose é utilizada para possibilitar novas formas de pensar, permitindo mudanças nas atividades fisiológicas e psicológicas.

O uso da hipnoterapia é feito para acelerar o processo de terapia e é utilizada nos casos de depressão, ansiedade, síndrome do pânico, fobias, estresse, problemas sexuais, doenças psicossomáticas, no tratamento e alívio da dor, etc.

Porém, existem muitos mitos sobre a técnica de hipnose. Veja a seguir, os mitos mais comuns:

Somente pessoas fracas de mente podem ser hipnotizadas: Todas as pessoas podem ser hipnotizadas. As pessoas entram em transe espontaneamente e com freqüência.

O hipnotizador controla o desejo do paciente; Uma pessoa hipnotizada revela seus segredos: O sujeito não fará o que não deseja, apenas se permitirá fazer o que julgar benéfico para ele, caso contrário não falará nem fará algo que seu inconsciente considere ofensivo.

A hipnose pode ser prejudicial à saúde: Quando a hipnose é utilizada por pessoas inabilitadas e charlatões ela pode ser prejudicial à saúde, do contrário não há o que temer.

A pessoa pode não voltar do transe, ficar presa nele: O transe é um estágio anterior ao sono fisiológico e posterior à vigília. A pessoa pode passar do transe para o sono fisiológico, mas pode ser acordada ou acordar espontaneamente, mas sempre conseguirá sair do transe.

O sono e a hipnose: No transe profundo a pessoa está concentrada e com certo grau de consciência e responde aos comandos, portanto não pode ser confundido com o sono.

A pessoa fica inconsciente em transe: A pessoa não perde a consciência, mas se encontra num estado de atenção focalizada e em casos de transe profundo pode acontecer desligamento da atenção vigilante, mas mesmo assim o sujeito não fica inconsciente.

Hipnose e relaxamento: São coisas distintas, pois o relaxamento é um fenômeno que o corre no início da hipnose. Não são sinônimos.

Hipnose e terapia: Hipnose não é psicoterapia. É uma técnica utilizada na psicoterapia.

Regressão e hipnose: Regressão não é hipnose, mas sim um fenômeno dela. A regressão evoca imagens e sensações de maneira interna, pode se de forma espontânea ou induzida e é preciso que a pessoa se encontre em transe médio ou profundo.

A hipnose pode ser aprendida por um hipnotista de palco: Eles podem aprendê-la, mas não poderão atuar como terapeutas.

A hipnose realiza milagres: É uma idéia errônea, mas freqüente, por apresentar resultados rápidos e eficazes.

A hipnose debilita a mente: Pelo contrário. O pode sujeito se sentir mais livre para alcançar seus objetivos através da limpeza e suavização dos sentimentos e da mente, reabilitando suas energias vitais.